quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Municípios do RN formam consórcio para solucionar problema do lixo

11922
RESÍDUOS SÓLIDOS

Por iniciativa da Associação dos Municípios do Litoral Agreste Potiguar ( Amlap), mais de 30 municípios das duas regiões e também do Potengi decidiram formar um consórcio para enfrentar o grave problema do tratamento e destino final dos resíduos sólidos. Os municípios consorciados receberão, por meio de emendas ao Orçamento Geral da União, recursos da ordem de R$ 40 milhões que serão investidos na compra de caminhões coletores e compactadores e na construção de estações de transbordo. 

O lixo será coletado nas cidades, levado para as estações de transferências que serão construídas em cidades-pólo das três regiões e de lá o rejeito será encaminhado para o Aterro Sanitário da Grande Natal, localizado em Ceará-Mirim. A expectativa é que o aterro passe a receber,  a mais, cerca de 300 toneladas de lixo por dia. Deverão receber as estações de transbordo ou transferência as cidades de São José do Mipibu, São Paulo do Potengi, Canguaretama e Goianinha.

Para o presidente da Braseco, proprietária do Aterro Sanitário da Grande Natal, o consórcio é inovador e servirá de exemplo para outras regiões do Estado e do País. Para o presidente da Amlap, Fabiano Sousa, a união dos prefeitos foi determinante para a implantação de uma ideia simples que viabilizará a solução para um mais graves problemas dos municípios potiguares e do País. 

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, se reuniu na ultima segunda-feira com os prefeitos, detalhou os investimentos e garantiu que trabalhará para que os investimentos, a cargo da SUDENE e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) sejam liberados o mais breve possível.

Fonte: Blog do Marcos Dantas
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente