sábado, 23 de maio de 2015

Líder do PMDB na Câmara, deputado Leonardo Picciani diz que "É o distritão ou nada muda"

Leonardo Picciani (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)
O líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)
OS MAIS VOTADOS


O plenário da Câmara apreciará na semana que vem as propostas relacionadas à reforma política. Um dos temas mais polêmicos é o sistema eleitoral. O líder do PMDB, deputado Leonardo Picciani, diz: "A Câmara aprovará o distritão ou vai manter o sistema atual". 

O que é o Distritão?
O distritão é o modelo em que só os candidatos a deputado mais votados são eleitos, sem se considerar os votos nas legendas. Isso acabaria automaticamente com as coligações proporcionais. 

Leonardo Picciani explica que o principal concorrente do distritão é o distrital misto, sistema defendido pelo PT e pelo PSDB. O líder afirma que o distrital misto tem muita rejeição entre os parlamentares, porque metade das cadeiras de deputados seria ocupada pelos candidatos mais votados em cada distrito e a outra metade seria ocupada pelas listas partidárias. "A ideia de o eleitor votar numa lista fechada, com candidatos pré-ordenados pelos partidos, não agrada. Pelo o que vejo, a maioria do plenário quer que o eleitor vote diretamente no seu candidato preferido, e não numa lista de nomes escolhidos pelo partido". O distritão é o sistema eleitoral defendido pelo vice-presidente da República, Michel Temer, que também é presidente do PMDB e articulador do Planalto. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, é outro entusiasta do distritão. Leonardo Picciani e Eduardo Cunha são aliados de primeira hora.

O Governo de Robinson Faria caminha para um desgaste. Acabou o período da trégua

Jornalista Neto Queiroz avalia o governo Robinson
GOVERNO COMEÇA A DEFINHAR

Os quatro pilares de sustentação do Governo do Estado começam a dar sinais de deterioração. São os pilares político, midiático, administrativo e financeiro. São pilares que precisam estar firmes, robustos, para garantir ao governo as condições de governabilidade e sobrevivência. 

O pilar político começa a demonstrar desgaste diante da relação com o PT que sabidamente não é a mesma de antes. Os dois lados vivem de aparências. Na outra ponta, os líderes de oposição começam a bater no governo, mostrar suas deficiências. O pilar midiático sofre o desgaste da falta de parcerias do governo com os órgãos de mídia. Ninguém está vendo a cor dos contratos. Quem achava que seria privilegiado não está sendo e quem esperava a sobrevivência financeira através de parcerias com o governo não tem mais certeza de nada. 

O pilar administrativo está dando os últimos suspiros. A Uern vai entrar em greve geral. Servidores de diversas categorias estão insatisfeitos com a falta de reajustes nos salários. Nem o PT está mais interessado em ajudar no freio das greves. E vem aí a polêmica sobre a proposta do governo de criar a aposentadoria complementar para o servidor. O pilar financeiro está ruim das pernas. 

O Estado está quebrado, sem reservas para enfrentar as demandas em áreas vitais, como saúde e segurança que depende dos repasses federais, que por sua vez estão cada vez mais escassos. O Governo de Robinson Faria caminha para um desgaste com a deterioração dos seus pilares de sustentação. Acabou o período da trégua, agora cada qual vai cobrar sua fatura.

Neto Queiroz (Gazeta do Oeste)

TSE nega liminar e confirma eleições suplementares para Carnaubais

Ministra Maria Theresa manteve eleições em Carnaubais
EM JULHO

O TSE, através da Ministra Maria Theresa de Assis Moura, negou o pedido de liminar, impetrado pelos advogados do prefeito interino, Júnior Benevides (PSB), visando a anulação da decisão do TRE/RN, que marcou eleições suplementares para a cidade.

Com a decisão, fica certa a eleição para o dia 4 de julho.

Até o momento, apenas duas chapas devem concorrer ao pleito: Júnior Benevides pela situação e Dinarte Diniz pela oposição.

A dúvida fica apenas sobre quem será os vices de ambos.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

João Vaccari ameaça o PT com delação premiada

Ex-Tesoureiro do PT ameaça jogar "farofa no ventilador"
TÁ COMPLICADO

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, que está preso em Curitiba, deixou a direção do partido em pânico. Sentindo-se “abandonado”, ameaça fazer acordo de delação premiada e revelar à Justiça o papel da “cumpanherada” no assalto à Petrobras. Ligado a Lula, de quem é homem de confiança, Vaccari mandou recados exigindo “postura firme” do partido em sua defesa, inclusive fazendo pressão no Judiciário.

Familiares e amigos próximos de João Vaccari se dizem preocupados com informações sobre o “estado depressivo” do petista, na cadeia.

Acordos de delação na Lava Jato têm sido propostos pelos acusados ao final do primeiro mês de prisão. Vaccari está preso há 36 dias.

Vaccari tem muito a revelar: segundo o ex-gerente Pedro Barusco, o PT recebeu até R$ 200 milhões de propina, entre 2003 e 2013.

Fonte: Cláudio Humberto

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Nova pesquisa de intensão de votos está sendo realizada em Serra do Mel

ELEIÇÕES 2016

Uma segunda pesquisa de intensão de votos está sendo realizada no município.

Há poucos dias, conforme divulgamos aqui no nosso blog, foi feita a primeira pesquisa eleitoral no município de Serra do Mel, com vistas às eleições municipais de 2016.

Ao que consta, trata-se do instituto de pesquisa de nome LOGOS.

Vamos procurar identificar quais as perguntas formuladas na entrevista e voltaremos com novidades sobre a mesma.

segunda-feira, 18 de maio de 2015

PSD de Serra do Mel já tem nova Comissão provisória publicada pela Justiça Eleitoral

NOVO COMANDO

Após comentários de que o partido do governador Robinson Faria - o PSD, poderia migrar para "outras mãos" em Serra do Mel, o sistema SGIP, do site do Tribunal Superior Eleitoral, publicou o registro no TRE/RN, da nova composição do partido em Serra do Mel.

Conforme divulgado aqui no nosso blog, o PSD terá o comando da filha do ex-candidato a prefeito, Manoel Cândido, Silvana Rodrigues da Costa, tendo como vice-presidente, Ceicinha Pinheiro e como Tesoureiro, Edivaldo Filgueira.  Veja a composição completa, abaixo, conforme divulgação oficial.

A publicação tem como data de formalização da nova Comissão, o dia 04 de maio de 2015.

Cargo Membro Exercício - Situação
VOGAL EDILSON ALVES DE OLIVEIRA 04/05/2015 Fim da vigência indeterminado - ATIVO
SECRETARIO-GERAL EDRIANO FERNANDES DA SILVA 04/05/2015 Fim da vigência indeterminado - ATIVO
VICE-PRESIDENTE MARIA DA CONCEIÇÃO PINHEIRO MELO 04/05/2015 Fim da vigência indeterminado - ATIVO
PRESIDENTE SILVANA RODRIGUES DA COSTA 04/05/2015 Fim da vigência indeterminado - ATIVO
1º - TESOUREIRO SOLON DE SOUSA VIRGILIO 04/05/2015 Fim da vigência indeterminado - ATIVO
2º - TESOUREIRO EDIVALDO FILGUEIRA DA SILVA 04/05/2015 Fim da vigência indeterminado - ATIVO                           

"Cidade Junina" 2015 terá atrações como Alcimar Monteiro, Waldonys e Dorgival Dantas