segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Retorno ao PDT pode ser o plano B da presidente Dilma Rousseff

Presidente Dilma Rousseff
De Cláudio Humberto:

Irritada com a interferência de “lulistas” em seu governo, com a falta de solidariedade de muitos deles e o desgaste provocado pelas denúncias de “malfeitos” que não lhe pertencem, a presidenta Dilma já segredou a interlocutores próximos que no futuro pode considerar seu retorno ao PDT como uma espécie de “plano B”.
Seu ex-marido e amigo Carlos Araújo já voltou ao partido de Leonel Brizola, ídolo dele e da ex-mulher.
Num gesto de assepsia política, Dilma fez de Brizola Neto ministro do Trabalho para ajudá-lo a destituir o presidente da sigla, Carlos Lupi. A pedido de Brizola Neto, Dilma apoia o deputado João Dado (SP) para líder do PDT, contra o atual, André Figueiredo (CE), ligado a Lupi. O Planalto cancelou a liberação de todas as emendas parlamentares do PDT, inclusive as já empenhadas. A ordem agora é negociar.
Fonte: Jornal de Fato

Um comentário:

  1. a te tu dilma nao quer o pt imagine nas da serra do mel

    ResponderExcluir

Comente